Como a realidade virtual tem auxiliado a medicina

13 de outubro de 2017
realidade

Quando pensamos em realidade virtual, a associamos imediatamente aos jogos, vídeos e a muita diversão

Essa associação está correta porém, a tecnologia virtual tem atingido setores antes não imagináveis como os consultórios médicos.

Mas não estamos falando apenas em entretenimento na sala de espera das clínicas, enquanto se aguarda a consulta ou o exame médico. Estamos falando do uso terapêutico, dentro do consultório de atendimento, nas enfermarias e até dentro do centro cirúrgico, como parte ativa no diagnóstico e tratamento das enfermidades.
Leia mais…


Vou ser um pro player, preciso cuidar dos meus olhos e visão?

12 de outubro de 2017
player2

Atualmente, o mundo dos jogos eletrônicos está mudando. Passou de uma simples diversão para um esporte; com aumento no número de jogadores amadores e profissionais, campeonatos e até mesmo bolsa de estudos em faculdades.

Porém, nem todos os jogadores sabem os cuidados que devem ter com sua visão. Segundo o National Institute for Occupational Safety and Health dos Estados Unidos, 90% das pessoas que ficam mais de três horas usando monitores podem apresentar a Síndrome da Visão de Computador, caracterizada por dores de cabeça, irritação ocular, dificuldade visual e dores no pescoço.

O que fazer para evitar essa síndrome?
Leia mais…


IDOSO SIM, VELHO NÃO!

01 de outubro de 2017
botox

Quem disse que vaidade tem idade?

Hoje, independente do sexo ou de quantas “primaveras” já viveram, as pessoas estão ficando mais interessadas em se cuidar, tanto em relação a saúde como no que diz respeito a imagem, para conservar a autoestima, crescendo assim, a procura por procedimentos estéticos na terceira idade.

A toxina botulínica é uma das substâncias mais importantes no campo do rejuvenescimento facial. Sorrir, franzir a testa, assim como apertar os olhos podem, eventualmente, levar aos sinais mais comuns de envelhecimento: as rugas. Elas podem transmitir aparência de cansaço ou até de uma face irritada, quando muitas vezes não se está.

Uma das soluções mais rápidas e seguras para atenuar as rugas é a aplicação de toxina botulínica.
Leia mais…


A PAZ. ASSUNTO QUE TANTO NOS MOTIVA. UM DOS ITENS DA PAZ É A NOSSA SAÚDE.

21 de setembro de 2017
paz

Dentre os cinco sentidos, a visão é, provavelmente, o mais importante na conexão do indivíduo com o mundo ao seu redor. Analisamos o ambiente ao nosso redor, interpretamos emoções através da fisionomia das pessoas, temos auxílio em atividades corriqueiras do nosso dia a dia, enfim, são tantas as funções da visão que devemos sempre zelar pela sua saúde e bem-estar.

A melhor forma de cuidar da nossa saúde ocular é fazer a prevenção de futuros problemas, através da consulta oftalmológica periódica e cuidados com a saúde no geral (ex: controle de alterações sistêmicas como diabetes e hipertensão, atividades físicas, cessar tabagismo, alimentação saudável, etc).

Leia mais…


DIMINUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E EXPOSIÇÃO AO SOL PODEM CAUSAR CATARATA E OUTRAS DOENÇAS OCULARES

16 de setembro de 2017
ozonio site ok

O olho humano é diariamente exposto a radiação ultravioleta proveniente da luz solar e algumas doenças oculares tem como fator de risco tal exposição, seja acumulada ao longa da vida ou na fase da infância/adulto jovem. Com a diminuição da camada de ozônio e o consequente aumento da irradiação ultravioleta, as pessoas tem maior risco de desenvolver algumas doenças oculares.

Tumores de pele nas pálpebras (carcinoma de células escamosas e carcinoma de células basais) e de superfície ocular na conjuntiva ou córnea (neoplasia escamosa de superfície ocular) são patologias associadas a exposição solar. O carcinoma de células escamosas tem como fator de risco a exposição solar cumulativa ao longo da vida, enquanto o carcinoma de células basais parece ter mais relação com a quantidade de exposição ao sol antes dos 20 anos de idade.  Seus sintomas podem ser discretos e até assintomáticos, portanto avaliação frequente pelo oftalmologista pode detectar precocemente um tumor de pele nas pálpebras ou na superfície ocular

Leia mais…


CIGARRO, NÃO. NARGUILÉ!

29 de agosto de 2017
narguilésite

Em tempos modernos abordaremos sobre os impactos do narguilé na nossa visão e como se proteger.

O Narguilé, uma forma de fumo amplamente usada na África e na Ásia há aproximadamente 400 anos, também tem uma popularidade muito alta sobre os jovens, que fazem seu uso como uma forma de socialização, uma vez que ele pode ser usado por um longo período de modo compartilhado, por poder acrescentar sabores diferentes e por ter um conceito errôneo difundido de que se trata de uma forma segura de fumar.

Como uma espécie de cachimbo de água, é utilizado para fumar tabaco e outras substâncias, e, ao contrário da crença popular, a água não filtra seus produtos tóxicos. O indivíduo é exposto a concentrações maiores de nicotina e à outras inúmeras substâncias tóxicas (monóxido de carbono, metais pesados) possíveis causadoras de câncer, doenças cardíacas, doenças pulmonares, afecções orais e também oculares. Além de existir o risco de transmissão de doenças contagiosas pelo fato de se compartilhar a mesma piteira.
Leia mais…


O TRATAMENTO DE ALTERAÇÕES DO COLESTEROL COM ESTATINAS PODE AUXILIAR NO TRATAMENTO DE DOENÇAS OCULARES?

08 de agosto de 2017
estatinas

As estatinas são medicações já consagradas para o controle do colesterol em pacientes com dislipidemias (alterações dos níveis de gorduras no sangue). Além dos benefícios cardiovasculares, o controle do colesterol com estatinas tem importância no controle e prevenção de diversas doenças oculares. Elas agem bloqueando uma enzima que desempenha papel fundamental na produção de colesterol no fígado, a hidroxi-metil-glutaril-CoA redutase (HMG-CoA redutase). Se a HMG-CoA redutase está inibida, a produção de LDL (colesterol ruim) é atrasada, levando a um aumento de HDL (colesterol bom).
Leia mais…


ROTURAS RETINIANAS

05 de agosto de 2017
Roturas Retiniana

Roturas retinianas são rasgos que acometem todas as camadas da retina neurossensorial – composto por 10 camadas, situado no fundo dos olhos, responsável por captar a luz do meio externo – e são o principal fator de risco para os descolamentos da retina.

As roturas ocorrem com maior frequência na periferia da retina, geralmente por tração do vítreo (substância gelatinosa e transparente que preenche a cavidade ocular, cuja superfície encontra-se aderida à retina), denominado de descolamento do vítreo posterior. Pode ocorrer espontaneamente ou provocado por traumas.

Leia mais…


LUZ AZUL E SUAS CONSEQUÊNCIAS NA NOSSA VISÃO

27 de julho de 2017
banner luz azul

A luz visível é muito mais complexa do que você pensa. A maioria das pessoas está ciente de que a luz solar contém raios de luz visíveis e também raios ultravioletas invisíveis, que podem bronzear ou queimar a pele. Mas o que muitos não sabem é que, a luz visível emitida pelo sol compreende uma variedade de raios de luz e de cores diferentes que contêm diversas quantidades de energia. Como a radiação ultravioleta, a luz azul visível – a porção do espectro de luz visível com os comprimentos de onda mais baixos e a mais alta energia – tem benefícios e perigos.

A luz solar é a principal fonte de luz azul, porém também há muitas outras fontes dessa iluminação, tais como as luzes fluorescentes, LED e as televisões de tela plana. Mais notavelmente, as telas de exibição de computadores, notebooks eletrônicos, smartphones e outros dispositivos digitais emitem quantidades significativas de luz azul.

Leia mais…


POLUIÇÃO, STRESS, SOL – A VIDA DO MOTORISTA PODE ACARRETAR TRANSTORNOS VISUAIS.

26 de julho de 2017
poluição artigo

O motorista está sujeito a diversas situações no seu cotidiano, que podem prejudicar a saúde ocular, entre elas estão à poluição, stress e sol.

A poluição do ar na cidade está muito elevada, cerca de duas vezes a mais ao recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde), principalmente nos dias secos, podendo afetar diretamente os olhos, pois através das poeiras e das pequenas partículas e impurezas suspensas no ar, ao entram em contato com os olhos, surgindo alergias oculares, irritações, lacrimejamento, ardor, prurido (coçeira), vermelhidão, olho seco e blefarite. Ocorre uma alteração da composição da lágrima e obstrução da glândula de meibomio, gerando um olho seco evaporativo, além de uma inflamação crônica da pálpebra.

Leia mais…